sexta-feira, 13 de maio de 2011

ARROZ CARRETEIRO


ARROZ CARRETEIRO
).
INGREDIENTES PARA 20 PESSOAS:


5 kg de charque*** (carne seca)  com gordura;
1 kg de linguiça pura e maturada (opcional);
1,6 kg de arroz amarelo;
5 Cebolas grandes;
10 dentes de alho;
200 gr de toucinho ou Bacon;
Sal e pimenta.

MODO DE FAZER:


Tire o sal do charque já cortado em pequenos cubos, sem fervê-lo, colocando-o numa   vasilha com água, que deverá ser trocada a cada duas horas; (+- 12 horas). 
Coloque o arroz de molho, sem lavá-lo.
Corte a linguiça em rodelas, frite-as e reserve sem o excesso de gordura;
De preferência numa panela de ferro ou outra de parede grossa, derreta o toucinho (Bacon), e doure o alho e a cebola. Após, coloque o charque, a linguiça já frita (opcional) e a pimenta a gosto, acrescentando +- 1 litro de água. Deixe cozinhar no mínimo por 30 minutos, colocando em seguida o arroz. Verifique o sal e a água, completando-os se necessário. Sirva em seguida. 

DICAS: 
O charque + maturado acentua o paladar e torna o arroz de carreteiro mais original; 
Coloque o tempero verde num recipiente para que cada um se sirva a gosto; 
Não ferva o charque para tirar o sal, mantendo desta forma o gosto mais autentico; 
Regule o sal somente ao final, pois com a fervura do charque o sal pode se acentuar;
Sirva o arroz de carreteiro assim que ficar pronto, ainda quente, e bom apetite;
O arroz deve corresponder a 1/3 do peso do charque;
Para cada quilo de charque, coloque uma cebola grande e dois dentes de alho;
O arroz leva de 10 a 20 minutos para cozinhar, dependendo do fogo;


Esta é uma receita que aprendi quando criança com meu pai que além de charqueador era também tropeiro, pois vendia gado lá pros lados de Rio do Sul, em Santa Catarina. Meu diz que o gostoso é grudar na panela, o cascãozinho que forma é muito bom. Chamado simplesmente de "carreteiro", o arroz carreteiro é um prato típico da culinária brasileira, originário do Rio Grande do Sul. Surgiu quando os careteiros (transportadores de cargas  que atravessavam o sul do Brasil em carretas puxadas por bois) coziam em panela de ferro uma mistura de charque picada (guisado) com arroz. Trata-se de um prato prático que por sua simplicidade podia ser preparado pelo viajante solitário.

Elaborado originalmente à base de charque e arroz e tradicionalmente preparado em panela de ferro, é um dos principais pratos da culinária gaúcha.

Todavia, nos tempos modernos os gaúchos  preparam arroz com carne moída ou sobras de churrasco e chamam de carreteiro em alusão ao nome original "arroz carreteiro".




Charque é feito com mais sal e tem de ser seco à sombra, por mais tempo que a Carne-de-Sol nordestina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário